Navigate Yoozpaper

Yoozpaper Front Page
The Yoozpaper
Yoozer Profile
Profile
Shared Paper
Shared Paper
Create Newspaper
Create Paper
Create Customized Paper
Custom Paper
Create Album
Create Album
Yoozer Notifications
Notifications
Edit Profile
Edit Profile
Login
Login

 
 
 
Login on Yoozpaper Facebook Login

Lula diz que vai voltar a andar pelo país.

Written by on


Lula diz que vai voltar a andar pelo país.


0 YOOZ this

O ex-presidente Lula afirmou, em discurso na posse da nova diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, na quarta-feira (19), que os trabalhadores sempre foram o "esteio da democracia neste país" e que os ataques que ele vem recebendo são fruto exatamente dos acertos que ele obteve nos oito anos de seu governo. "O que mais machuca os meus adversários é o meu sucesso. Eu às vezes compreendo a mágoa deles. (...) Tem gente que olha na minha cara e pensa que eu sou burro. Eu tenho um pouco de inteligência e consigo compreender o jogo que eles fazem", disse.

"Algumas pessoas me disseram que o Fernando Henrique chegou até a achar que seria melhor eu ganhar as eleições em 2002, porque ele pensava que ia ser um fracasso e aí, depois, ele voltaria para ‘corrigir’ tudo", disse Lula. "Me diziam até que ele torcia para que eu derrotasse o Serra porque no meu governo, daria tudo errado, como eu já disse, e, se ao contrário, eu perdesse, ele teria que aturar o Serra e esperar por mais 8 anos", lembrou Lula, levando a platéia a gargalhadas e a aplaudi-lo intensamente. "Deu tudo errado para eles. O que esses setores nunca engoliram é que um metalúrgico que só tem o curso primário foi o presidente que mais fez universidades federais no Brasil". "Eles não esperavam que em oito anos eu fizesse uma vez e meia mais escolas técnicas do que foi feito em 100 anos de República", prosseguiu. "Eles não suportam isso". "Eles fizeram em toda a República 140 escolas e nós em apenas oito anos fizemos 214 escolas técnicas", completou.

Está aí, segundo Lula, a origem da onda de ataques que ele e o seu partido vêm recebendo dos setores retrógrados da sociedade nos últimos meses, capitaneados pela mídia golpista. "Não se preocupem com os ataques", disse ele. "Há uma razão para isso. Em 2010, quando elegemos a Dilma, a Dilma era um poste. Então, vencemos. Agora, quando apresentamos o Fernando Haddad aqui, era outro poste. Vencemos. É como eu disse, de poste em poste, nós vamos iluminando esse país", acrescentou o ex-presidente, sob fortes aplausos dos metalúrgicos.

"Eu fiquei um ano fora da presidência. Eu tinha uma meta que era deixar a companheira Dilma construir a sua cara de semelhança da presidência, viajei para 36 países no primeiro ano. Depois, em outubro, por causa do câncer, fiquei um ano debilitado. Se eles não me pegaram quando minha barba não existia, agora que eu estou deixando ela crescer novamente vai ser muito difícil, porque no ano que vem estarei, para alegria de muitos e para tristeza de poucos, voltando a andar por este país", afirmou Lula. "Ainda temos que conquistar muita coisa. Nós temos que conquistar mais governos de estado, mais prefeituras", conclamou o ex-presidente.

"Só existe uma possibilidade deles me derrotarem. É trabalharem mais do que eu. Mas se ficar um vagabundo, numa sala com ar-condicionado, falando mal de mim, vai perder", disse, sem fazer referência direta a uma pessoa, mas todos relacionam sua fala à

Return to On.





Yoozpaper is a social network of online newspapers written by individuals or groups. Yoozpaper takes free articles that members write and formats them as an online newspaper.

Articles Of The Week

Purchase New Furniture The Easy Way By Using These Tips

Important Tips To Purchasing Furniture For Your House

Ladle with refractory materials are used

Refractory materials for glass furnaces

Kiln refractory selection method